domingo, 7 de novembro de 2010

CRETA

CRETA

A ILHA DO MINOTAURO

E DO LABIRINTO

Situado no centro do mar Egeu,
 CRETA
 foi,
segundo a lenda,
 a ilha do
 REI MINOS,
cujo misterioso palácio,
o
LABIRINTO,
era habitado pelo
 MINOTAURO,
MONSTRO METADE HOMEM E METADE TOURO.
A época em que o Egito e a Mesopotâmia se organizavam como impérios teocráticos de regardio,
CRETA
forjou uma poderosa
 talassocracia
 ( " governo do mar " ),
 que deu origem a uma civilização
de audazes navegadores e prósperos comerciantes.

LABIRINTO DE CNOSSOS

PALACIO DE CNOSSOS


' UMA LENDA GREGA
 CONSERVOU A LEMBRAÇA DO IMPÉRIO CRETENSE.
 ELA NOS RELATA QUE A CIDADE DE
 ATENAS,
 VENCIDA POR
MINOS,
 DEVIA ENTREGAR A ELE
A CADA ANO
SETE MOÇAS E SETE RAPAZES.
MINOS
OS ENTREGAVA COMO ALIMENTO
 AO
 MINOTAURO..
UM MONSTRO
COM CORPO DE HOMEM E A CABEÇA DE TOURO
QUE VIVIA NO LABIRINTO.
UM PALÁCIO DE CORREDORES,
SALAS E ESCADARIAS,
COM UMA ESTRUTURA TÃO COMPLICADA
 QUE NINGUÉM QUE
LÁ ENTRASSE ENCONTRARIA O CAMINHO DE VOLTA.
TESEU
 FILHO DO REI DE ATENAS,
 DECIDIU LIVRAR SUA PÁTIRA
DESTA CRUEL SITUAÇÃO.
VIAJOU A
 CNOSSOS,
ONDE OBTEVE A AJUDA DE
 ARIADNE,
 A FILHA DO REI MINOS.
ELE PENETROU NO LABIRINTO,
APÓS HAVER AMARRADO
 EM SEU BRAÇO A EXTREMIDADE DO FIO DE UM NOVELO
QUE ARIADNE,
 QUE FICARA FORA DO LABIRINTO,
DEVERIA DESENROLAR.
TESE
 MATOU O MINOTAURO
QUANDO ESTE SE ATIROU SOBRE ELE.
DEPOIS ELE SAIU DO LABIRINTO
GUIANDO-SE
PELO FIO DESENROLADO,
LEVOU CONSIGO
ARIADNE
 E REINOU SOBRE
 ATENAS
LIBERTA DO DOMÍNIO CRETENSE "

GUODAYNSKI, Denise: MEULEAU, Maurice; VICENT, MARC. L'Antiquité. Paris, Bordas, 1970, p.37
TESEU


Segundo a mitologia grega,
 o Labirinto de Creta
foi construído pelo arquiteto e artesão
 DÉDALO,
a pedido do
 REI MINOS,
para prender o
MINOTAURO.
A lenda sobre a existência do labirinto tenha surgido a partir do palácio de
CNOSSOS,
cuja complexidade da arquitetura,que incluia, inclusive um sistema de esgotos,
relacionando-se a complexidade do labirinto.
As ruínas do
 PÁLACIO CNOSSOS
 são,atração da
 ILHA DE CRETA, NA GRÉCIA.

Duas lendas gregas tem relação, com o LABIRINTO DE CRETA; a do MINOTAURO e a de DÉDALO  arquiteto que teria construído o LABIRINTO e seu filho ÍCARO.
DÉDALO E SEU FILHO

Ambas lendas tem como antagonista o REI MINOS DA ILHA DE CRETA, que segundo a mitologia grega, era filho de ZEUS

REI MINOSCOM LEDA

ZEUS


DEUS POSEIDON


 presenteou O REI MINOS com um belíssimo TOURO BRANCO, com o objetivo que MINOS sacrificasse o animal em sua homenagem. Mas a beleza do touro fascinou o rei, que sacrificou outro touro no lugar do belo animal que POSEIDON havia lhe dado.
POSEIDON furioso, fez com que PASIFAE esposa de MINOS, se apaixonasse pelo TOURO BRANCO, sendo que da união do touro com PASIFAE nasceu O MINOTAURO.
PASIFAE E SEU FILHO O MINOTAURO

Sem outra opção, e não podendo matar o " FILHO " de sua esposa MINOS pediu a DÉDALO que construísse um labirinto.

A outra lenda grega é a de DÉDALO e seu filho ÍCARO, onde TESEU matou o MINOTAURO. Levando MINOS prender DÉDALO e ÍCARO no labirinto. MINOS temia que o arquiteto revelasse os segredos da construção. DÉDALO teve a idéia de fugir pelo céu. Para tanto construíram asas artificiais com penas de pássaros.
O único perigo seria a cera derreter, caso  a altitude do vôo fosse maior, mais próxima do Sol. ÍCARO não atendeu as recomendações do pai e vôo em uma altitude superior. Suas asas derreteram e ÍCARO caiu no mar, para desespero de DÉDALO, que chorou a morte do filho por toda a vida.


CRETA

CRETA uma das mais brilhantes civilizações do Oriente Antigo.Essa civilização é conhecida como cretense, egéia ou minóica.
Surgiu no terceiro milênio antes de Cristo e foi contemporânea das do Egito e Mesopotãmia. CRETA se transformou numa talassocracia, isto é, num império marítimo-mercantil, cujas principais atividades era a navegação e o comércio.
A civilização cretense irrradiou-se pelo mar Egeu e, através da cultura creto-micênica, exerceu grande influência sobre a civilização grega.

CRETA, grande ilha situada no centro do mar Egeu e habitada por uma população de origem incerta, com uma economia mercantil, a sociedade baseada na igualdade entre os sexos e a monarquia teocrática. Os cretenses desenvolveram três sistemas de escritas: pictográfico e linear A e B.
Entre as realizações artísticas dos cretenses destacam-se na arquitetura, o grande Palácio de Cnossos. A religião era de caráter matriarcal e baseava-se na adoração de uma divindade feminina, a Deusa-Mãe, que dominava , o céu e o mar. Essa deusa da fecundidade era, ao mesmo tempo, a fonte do bem e do mal. Os cretenses cultuavam, também, os animais, como touro, a serpente e o Minotauro ( metade homem e metade animal)

Um comentário:

MARIA DA GLÓRIA DIAS disse...

Muito bem sistematizado de modo a permitir a todos a compreensão de tema tão específico.
Parabéns pelo didactismo!