terça-feira, 7 de setembro de 2010

INFLUÊNCIAS ÁRABES NO BRASIL

INFLUÊNCIAS ÁRABES NO BRASIL


Entre
 esfirras e quibes, caftas e tabules,
 arroz
 e
 berinjelas,almeirão e acelga, 
árabes
 em nossa cultura, de todas as cores e credos .




RECEITAS DA COZINHA ÁRABE

Alguns sabores herdados da Europa na verdade vieram através da influência árabe na região Ibérica
A berinjela:

A berinjela ou beringela originária da Índia, considerada de fácil cultivo nos trópicos e que pertence a mesma família do pimentão

A abobrinha:

O trigo:

Grão de bico


Ervilha:


Lentilha:


ERVAS COMO:

Tomilho:


Hortelã:


Especiarias como:

Pimenta branca:


Canela:


Estes produtos foram levados à Europa pelos árabes.
Os primeiros imigrantes vindos da Síria e do Líbano, chegaram ao Brasil no século XIX. Adaptaram-se bem porque os brasileiros herdaram os costumes árabes, como o gosto pelo café e pelos doces.


Ingredientes árabes




carne: carneiro e frango são as mais usadas. Se consome outros tipos de aves, carne bovina, carne de cabrito e nas áreas litorâneas peixe. Carne de porco nunca é comida

laticínios: o iogurte e o queijo branco. Manteiga e creme de leite

Ervas e especiarias menta e tomilho. Algumas das especiarias utilizadas são o gergelim, o açafrão-da-índia, o alho, o cominho, a canela .

Bebidas: bebidas quentes são mais consumidas do que as frias, o café ocupa o topo da lista, especialmente nos países do golfo Pérsico, embora o chá seja servido na maioria dos países árabes. No Egito o chá é a bebida mais importante.

Grãos: o arroz é um alimento básico, usado para a maior parte dos pratos, e o trigo é a principal fonte usada nos pães

Legumes: as lentilhas são amplamente consumidas, juntamente com as favas e o grão-de-bico.

Frutas e vegetais: o pepino, a berinjela, a abobrinha, o quiabo, a cebola além de frutas as cítricas. Este vegetais costumam ser usados como temperos ou entradas. Azeitonas são importantes na culinária, juntamente com tâmaras, figos e romãs.

Nozes: pinhões, amêndoas e pistaches são muito consumidos.

Folhas verdes: a salsa e a hortelã são populares como temperos em diversos pratos.

Molhos: os mais populares incluem diversas combinações de azeite, suco de limão, salsa, alho, e tahini ( pasta de gergelim ). O labaneh uma espécie de iogurte mais fino, costuma ser temperado com hortelã, cebola e alho, e servido como molho em diversos pratos.
Hum, hum trouxeram sua culinária:
Então o:
quibe;
coalhadas,
o cravo e a canela ficaram definitivamente na dieta brasileira

Contribuições árabes.


Os árabes introduziram novas técnicas agrícolas e produtos orientais na Europa, ou seja trouxeram para o ocidente o conhecimento de novas espécies vegetais:

cana-de-açúcar;
tâmara;
amora;
Os árabes trouxeram para o Brasil:
a laranja;
o limoeiro;
o arroz;
o algodoeiro;
uvas;
figos;
áreas de maçã;
laranjeira;
alface etc


Trouxeram também conhecimentos científicos: entre eles os algarismos arábico e a álgebra ( do árabe al-jabr ) além do ácido sulfúrico e do álcool.

A civilização árabe-muçulmana nasceu na Arábia, extensa península banhada pelo Mar Vermelho, a oeste, pelo Golfo Pérsico, e pelo Mar Arábico, ao sul.

Na Península Arábica, o clima é quente e seco. O território é formado por planícies áridas ou desertos enormes pontilhados de oásis, pequenas áreas cobertas de vegetação em razão da existência de água.

A presença humana na Península Arábica é muito antiga. Até o século VII, os povos árabes viviam dispersos por essa península, cada qual com seus líderes e seu modo de viver.
No deserto viviam os beduínos grupos nômades( que muda de um lugar para outro sem ter moradia fixa) que criavam camelos, carneiros e cabras, animais capazes de sobreviver no clima quente e seco do deserto.


Em torno dos oásis viviam os agricultores que cultivam plantas, como a palmeira e a tamareira ( fruto de uma palmeira africana), e cereais como trigo. Já os artesãos e os comerciantes residiam nas vilas e cidades. O grupo de maior prestígio era o de comerciantes.


Tamareira: fruto de uma palmeira africana
fruto da tamareira

Diversidade muçulmana
Os seguidores de Maomé se dividiram em dois grupos: os xiitas e os sunitas
A causa básica foi o desentendimento sobre a sucessão de Maomé
Otmã era o terceiro califa desde a morte de Maomé, foi assassinado em 656 enquanto lia o CORÃO.
Existem 46 Estados muçulmanos no mundo
Mas há apenas um país onde os xiitas é que determinam as regras que vigoram na sociedade: O IRÃ





Os árabes e a matemática
Os algarismos de matemática são chamados de indo-arábicos ou apenas arábicos.
Eles surgiram na Índia, mas foram os árabes que os difundiram.
Antes que os algarismos arábicos chegassem à Europa, os europeus tinham de fazer contas usando os algarismos romanos,o que dava muito trabalho
Além de serem mais práticos, os algarismos arábicos traziam outra novidade : um símbolo para o " nada" , o zero.
Você pode imaginar que o zero foi das maiores invenções matemática.
Os árabes chamavam o zero de SIFR, ome que deu origem à palavra CIFRA.
A própria palavra algarismo veio do nome de um matemático árabe: AL-KWARISMI.
Por meio de prática da alquimia ( estudo das substancias a fim de produzir o elixir da longa vida. A palavra deriva do árabe , alkimya), os árabes inventaram o sabão e descobriram novos compostos, como o álcool e o ácido sulfúrico, que hoje têm várias aplicações na indústria: tais avanços contribuíram para o desenvolvimento da Química como ciência.



Os árabes da antiguidade eram famosos nas artes, foram eles que inventaram a Álgebra, Astronomia, Matemática, os Algarismos Arábicos, o Alfabeto.
Por meio da prática da alquimia (estudo das substâncias a fim de produzir o elixir de longa vida. A palavra deriva do árabe alkimiya), os árabes inventaram:
a)o sabão;
d)descobriram novos compostos, como o álcool e
e) o ácido sulfúrico, que hoje tem várias aplicações nas industrias;
f)portanto contribuíram para o desenvolvimento da química como ciência.


Você sabia:

Que o hábito de tomar café foi popularizado no mundo inteiro por intermédio do árabes.
O café planta originária da Etiópia, passou a ser cultivada, entre os séculos XIII e XIV, em áreas férteis na península Arábica.
Daí, seu cultivo foi espalhando-se para outras regiões do mundo.

A civilização árabe-islâmica contribuiu de forma relevante para a arte universal. Fruto do processo de fusão e reelaboração do legado de diferentes culturas, uma personalidade própria unindo beleza e praticidade, padrões abstratos e estilizações.

Todos os imigrantes árabes que chegavam ao Brasil eram chamados de " turcos ". Isso acontecia, porque os passaportes que usavam, até a primeira guerra, eram expedidos pelo Império Otomano.

A primeira mesquita construída na América Latina, em 1929, fica no Brás, não por acaso, tradicional bairro de comércio popular na capital paulista é um reduto de influência da cultura árabe no Brasil.
As práticas religiosas buscavam conciliar a diversidade no interior da comunidade árabe, permitindo que eles construíssem uma moral, pautada pela observância dos costumes e tradições impostos pela religião.

A figura do mascate. A comunidade árabe é predominantemente urbana, boa parte dos imigrantes abraçou ocupações do comércio.
Queriam gerir seu próprio negócio, ainda que fosse minúsculo. Buscavam atividades que pudessem dar retorno financeiro rápido e transferível para seu país de origem.
A introdução da barganha e da venda a crédito pelos mascates árabes acabou eliminando a concorrência dos outros grupos étnicos.
O comércio carioca eram dominados pelos árabes. Suas atividades comerciais tiveram importância na integração de áreas rurais e pequenas cidades por causa da procura de novos mercados.
Os mascates procuravam áreas da cidade que não fossem servidas por um comércio estabelecido.
Os recém-chegados tinham de buscar regiões distantes para não enfrentar a concorrência dos mascates já existentes no local e do comércio que se expandia nos subúrbios.
No cenário paulista, chegaram a ser comparados aso bandeirantes por conta desse papel desbravador.








15 comentários:

Blog do João disse...

Boa reportagem, me ajudou na lição de casa.
Valeu!
shuashuashuashuashua
hahahahahahahaha

Blog do João disse...

Boa materia me ajudou na lição valeu
ahhahahaha

Anônimo disse...

muito bom seu blog alguns erros de portugues mais ninguem e perfeito me ajudou de mais valeu seu blog e 10 bjs continui assim

Anônimo disse...

hahhahahahaha muito bom esse blog paraens amei indico agora

gustavo furlan disse...

Muito bom , de fato , mas eles se dividiram em diversos grupos e não dois porém os sunitas e xiitas são os maiores. Se não me engano , os Sunitas representam 80% pra mais dos árabes.

Anônimo disse...

cara muito louco seu blog me ajudou muito so ta faltando as vestidas que os arabes trouceram

VINICIUS disse...

ótimo me ajudou na lição de casa também kkk :) VALEU

Anônimo disse...

valeu me ajudou muito na lição de casa

Mr Caveira disse...

valeu me ajudou na lição de casa

amanda souza disse...

valeu ai me ajudou muito na lica de historia

Unknown disse...

Gostei muito responde todas as 5 questoes da minha atividade

Unknown disse...

Legal ter conhecimento dessa cultura!

Anônimo disse...

vlw cara ! me audou com a lição e casa ! gostei D+ do seu blog !

Anônimo disse...

nossa, muito bom, estava julgando que não seria tão bom por ser blog, mas dai que entrei vi que era o mais completo que eu precisava, procurei, procurei, procurei, esse foi o melhor que achei.

Tonha disse...

Muito bom e completo continue assim